Metodologia OKR: saiba como criar nos setores da empresa

metodologia OKR
6 minutos para ler

Muito se engana quem pensa que se um negócio é lucrativo não há necessidade de se preocupar com gestão eficiente. Na prática, planejar e executar são tarefas bastante complexas.

E esse é, comprovadamente, um dos principais motivos da inconsistência em inúmeras pequenas e médias empresas, levando muitas à falência. Por isso, a busca por ferramentas e metodologias de gestão que ajudem a otimizar o desenvolvimento e a produtividade é constante.

Nesse sentido, é fundamental adotar um modelo sólido, de abordagem simples e que possa ser aplicado com facilidade, como a metodologia OKR.

Confira neste post, o que é e como essa tendência tem sido utilizada para construir metas e medir o sucesso de cada estratégia!

O que é e como funciona a metodologia OKR?

A sigla OKR vem do termo em inglês “Objectives and Key Results”, que traduzido para o português significa objetivos e resultados-chave. Esse termo teve origem na década de 1970 e foi criado pelo cofundador da Intel, Andrew Grove.

Posteriormente, na década de noventa, foi adotado pelo Google e diversas outras empresas. Trata-se de uma metodologia criada para a definição de metas. Ela utiliza uma abordagem simples, rápida e flexível para criar alinhamento e engajamento em torno de metas mensuráveis.

A sua principal função é garantir que todos andem na mesma direção, com prioridades claras, em um ritmo constante para alcançar os objetivos macros da organização.

Esses objetivos podem ser alcançados tanto de forma individual como coletiva. Assim, os OKRs devem ser introduzidos na rotina das equipes por meio de reuniões regulares e suas tarefas priorizadas com base em metas já definidas, minimizando esforços desnecessários.

Por isso, a metodologia OKR aumenta a produtividade e reduz o stress no ambiente de trabalho, o que por sua vez, eleva a motivação de todos.

Qual a importância dessa metodologia para PMEs?

O aumento da equipe e o crescimento de uma companhia começam a gerar alguns desafios para empreendedores e gestores, sobretudo no que diz respeito à comunicação e externalização da estratégia.

Dessa forma, para que haja um crescimento sustentável, é fundamental ter o real interesse em consolidar uma cultura sólida e voltada para o alcance de metas e que todos os colaboradores saibam responder algumas questões como:

  • Quais são as prioridades da organização hoje?
  • O que eu estou fazendo para atingir os objetivos da empresa?

Nesse sentido, por ser um processo simples que pode ser implementado por companhias de qualquer porte, a metodologia OKR serve para aprimorar a comunicação, aumentar a produtividade e promover resultados de alta performance.

Como implantar o OKR?

Existem alguns passos que definem o sucesso da aplicação desse método e facilitam a sua adoção entre todos os profissionais. Confira a seguir:

Defina os objetivos

Com base no grande objetivo da empresa, estabelecido no planejamento estratégico, colaboradores de todos os níveis devem fazer parte do processo de definição dos OKRs para determinado período — que geralmente é trimestral —, acordando entre si o que faz sentido ou não.

De forma prática, o processo pode ser dividido assim: 40% definido pela alta gestão e 60% pelos demais profissionais envolvidos — esse procedimento é chamado de Top Down e Bottom Up.

Isso permite separar o que é prioridade, direcionando os esforços para as ações que têm mais importância para aquele intervalo, além de promover a autonomia no trabalho. Quanto mais critério na escolha dos propósitos, maior a chance de otimizar a produtividade.

Estabeleça metas claras

O OKR não deixa margem para complicações desnecessárias. Portanto, estabeleça metas claras e específicas, tanto para os objetivos primários da organização quanto para os key results.

Dessa forma, todos os trabalhadores ficarão alinhados e motivados para alcançar o que foi estabelecido.

Estipule prazos curtos

Metas muito longas tendem a dificultar o processo e comprometer a sua eficiência. Tendo isso em mente, defina prazos razoavelmente curtos, como a cada trimestre.

Assim, o senso de urgência é mantido e todos terão tempo suficiente para realizar seu trabalho, ao passo que as táticas aplicadas vão surtindo efeito.

Monitore os resultados constantemente

Monitore e avalie os resultados periodicamente. É extremamente importante acompanhar de perto e com frequência os key results para que sejam efetivos, tanto em função dos prazos mais curtos quanto para assegurar a consistência do trabalho.

A avaliação semanal é um bom caminho, já que permite ajustes rápidos, ao mesmo tempo em que não sufoca os funcionários envolvidos com uma pressão de analisar diariamente os dados, por exemplo.

Seja transparente

Para que a metodologia OKR seja bem-sucedida a transparência é essencial. Uma vez que todos devem compartilhar os mesmos objetivos e aspirações, a melhor forma de fazer isso é deixando todos a par dos resultados.

O objetivo é garantir que o processo esteja o mais claro possível e manter todos os colaboradores informados, a fim de que se envolvam na criação de OKRs individuais que corroborem para o alcance das metas. Isso gera o senso de responsabilidade e motiva a alcançar sua parte do todo.

Não confunda esforços com resultados

É preciso analisar criteriosamente os resultados sem confundi-los com os esforços. Pois pode acontecer de todos estarem dando o máximo sem que os resultados apareçam, nesse caso é provável que algo esteja errado.

Por essa razão, é fundamental utilizar indicadores de desempenho, e não focar apenas no sentimento de união e esforço coletivo como forma de quantificar o empenho e comprometimento de todos.

Enfim, a metodologia OKR tem sido cada vez mais utilizada em empresas no mundo todo por possibilitar de forma simples, ágil e bastante flexível o alcance de metas e a gestão por resultados.

O OKR chegou para auxiliar a gestão e, diferentemente de outros métodos, existem diversas formas de ser utilizado, bastando apenas fazer as adaptações necessárias à sua realidade e cultura.

Além disso, tem se demonstrado uma valiosa ferramenta de comunicação e alinhamento para as organizações, viabilizando uma solução equilibrada e dinâmica para desenvolver os objetivos empresariais.

E então, curtiu este conteúdo? Quer adquirir ainda mais conhecimentos para aprimorar o seu negócio? Recomendamos que você confira também o post sobre boas práticas de gestão que levarão mais lucro para sua empresa!

Você também pode gostar

Deixe um comentário