Conheça as melhores formas de fazer uma estimativa de custos de um negócio

estimativa de custos: executivos analisando planilhas
6 minutos para ler

Um dos maiores empecilhos das instituições empresariais atualmente é saber determinar qual será o investimento necessário e quais são os custos a serem avaliados para abrir ou manter uma empresa. Ainda que esse processo requeira bastante dedicação, não é difícil de realizá-lo.

Qual o objetivo de fazer estimativa de custos? A resposta é óbvia: os primeiros lucros obtidos com as vendas serão destinados ao cobrimento do capital investido na corporação.

Ainda, realizando isso, o empresário terá o dia a dia da empresa mais parametrizado e sobre controle, tornando-se mais fácil gerir uma grande instituição.

Pensando nisso, preparamos este post para demonstrar as melhores formas de fazer uma estimativa de custos de um negócio. Continue a leitura e confira!

Quais as melhores formas de fazer estimativa de custos de um negócio?

Inúmeras são as formas de fazer uma estimativa de custos. Por isso, apresentaremos as principais:

Esteja atento aos processos burocráticos

Caso você esteja abrindo a sua empresa, é necessário que, antes disso, você saiba quais são os custos de abertura de CNPJ, contratos sociais, impostos, registros, alvarás, entre outros.

Esses custos variam muito, haja vista que dependem de qual região a sua corporação pertencerá. Logo, é de suma importância que você tenha um contador confiável e consulte-o, tendo menores riscos de erros e de passar por situações desagradáveis.

Após a abertura da instituição, ainda será necessário pagar algumas outras tarifas, serviços e taxas. Lembre-se sempre que elas nunca deixam de existir, no mercado empresarial sempre há uma ou outra a ser paga.

Devido a serem imprescindíveis para abrir ou manter o funcionamento dos negócios, é necessário estabelecer os custos e tê-los em mente desde o começo dos planejamentos financeiros da corporação.

Determine os custos fixos

Contas de aluguel, água e luz, e emissões de notas fiscais são custos que obrigatoriamente precisam ser pagos, esteja a sua empresa obtendo lucros ou não. Desde o início dos negócios, você deverá estimar o valor da receita que será direcionada a esses custos.

Logo, é necessário considerar que esses gastos variam de acordo com o tipo de serviço oferecido pela sua instituição.

Além do que foi exposto, é de suma importância dar ênfase aos gastos relacionados ao pessoal: além de benefícios oferecidos e do salário fixo, há inúmeros impostos trabalhistas que são exigidos mensalmente.

Dessa forma, analise também isso e inclua na hora de estimar os gastos, e caso a sua empresa tenha mais de um gerenciador, faça a divisão e estime quanto ficará para cada um.

Determine o custo com produtos

Esse fator é um dos mais importantes do planejamento, pois é por meio dele que será determinado, em grande parte, o desempenho da sua corporação. Nessa categoria, podem ser incluídas as negociações com os fornecedores, as emissões de notas fiscais, o estoque e a logística.

O produto oferecido pela sua empresa é exclusivo e também terá um custo único. Todavia, isso pode variar de acordo com o tipo da sua instituição, uma vez que deverá se pensar no espaço físico, montando de acordo com as finanças e os fluxos de caixa da corporação.

Por isso, é imprescindível ter estoque, que seja pequeno inicialmente, antes de iniciar um novo empreendimento.

Diante disso, estimar as despesas ajudará você a construir e manter uma área contábil diferenciada. Vale ressaltar, novamente, que isso varia muito com o tipo da instituição.

Vê como é indispensável ter um bom planejamento contábil e financeiro antes de começar um empreendimento? Portanto, não perca tempo e faça isso, pois, assim, você abrirá a sua empresa com menos chances de ocorrerem prejuízos.

Tenha um controle dos custos

Controlar as despesas significa acompanhar, no decorrer da execução da abertura da empresa ou da manutenção de alguma já existente, os gastos reais.

É fazendo isso que será documentado todos os custos realizados e, assim, será possível rastrear todos os gastos feitos regularmente. Dessa forma, se objetiva a manutenção do planejamento, para que não ultrapasse o que foi estipulado.

Você, gestor, deverá acompanhar pessoalmente esse processo, analisando cada custo que for contabilizado, desde o momento das compras até o pagamento das despesas e custos.

Ao realizar isso, você livrará a sua empresa de desvios, certificando que o capital será direcionado para o lugar correto e evitará, também, que os custos extrapolem o limite estabelecido pela instituição.

Estude os custos

O gerenciamento dos custos termina com o controle, porém, depois de finalizado o projeto, é imprescindível que a corporação realize o estudo de todos os gastos feitos por ele.

Isso porque um planejamento pode não ultrapassar o limite estabelecido, porém, não devido ao gerenciamento ter sido realizado corretamente, mas, porque o projeto pode realizar mais gastos em uma área do foi previsto antes, enquanto outra gastou bem menos.

Por isso que é muito bom realizar o estudo, pois a partir dele, será possível constatar se o gerenciamento de custos foi realizado de maneira correta. Além disso, será mais fácil analisar qual foi a margem de erro e o nível de precisão que foi estipulado, podendo, assim, aprimorar os próximos.

Qual é a importância do gerenciamento de custos?

Você já analisou que, mesmo com seu projeto dentro do prazo, com boa qualidade e sem ultrapassar os custos que foram estabelecidos, as chances dele ainda ser mal visto pelos consumidores serão altíssimas.

Essa ideia está correta, uma vez que ninguém gosta de perder capital ou gastá-lo de forma inadequada.

Logo, é aqui que entra a importância de realizar um bom gerenciamento de custos, pois quanto mais cedo você se organiza na questão financeira, mais chances você terá de sobressair aos seus concorrentes no mercado global existente.

Além do mais, utilizando todas as ferramentas e controles que foram ditos, você poderá acompanhar esses indicadores muito mais de perto, proporcionando uma forma estruturada para estimar e controlar os custos da sua corporação.

Portanto, vale ressaltar que é imprescindível realizar as dicas que foram citadas, pois é com determinação e foco que a sua empresa realizará uma excelente estimativa de custos e obterá bons resultados.

Gostou do nosso post? Então, saiba também como fazer um plano de comunicação sem dinheiro!

Você também pode gostar

Deixe um comentário