Veja como mapear ações para ter uma equipe de alta performance

equipe de alta performance
8 minutos para ler

Uma boa forma de pensar em equipe de alta performance é focar na primeira palavra do termo: equipe. Como o objetivo é melhorar o desempenho, nossa tendência é concentrar no resultado, mas um bom time é uma condição necessária para alcançá-lo.

Por isso, é fundamental começar a pensar na performance coletiva, e não apenas naqueles profissionais que estão acima da média. Como resultado dessa visão, a operação, a estratégia e os resultados aparecem de modo mais homogêneo, e o conhecimento é compartilhado para gerar resultados superiores.

Em uma pequena empresa, temos a vantagem de trabalhar com uma equipe menor, o que facilita a aproximação entre todos. Ao mesmo tempo, podem faltar recursos importantes para performance de um negócio. Então, vejamos como trabalhar a questão para promover o crescimento do empreendimento e a realização dos envolvidos. Confira!

O que é uma equipe de alta performance?

Antes de partir para os pontos mais objetivos sobre a criação de uma equipe de alta performance, vamos entender um pouco melhor sobre sua definição.

Basicamente, uma equipe de alta performance é aquela na qual existe uma grande sinergia entre os membros do time, além de competências complementares, cooperação e, especialmente, uma visão compartilhada, com um propósito claro e assimilado por todos, que se engajam e cooperaram. E dessa forma, consegue trazer resultados acima do esperado e de forma contínua.

Uma boa comparação é com um time esportivo cheio de garra e muita força coletiva, ainda que possa contar com talentos especiais. Nessa equipe, todos trabalham de forma coordenada para colocar a tática e a estratégia em prática. E vemos que o conjunto é maior que as partes isoladas.

Eles fazem isso de acordo com uma visão do todo fornecida pelo técnico, permitindo unir forças e talentos para atacar e se defender de forma coordenada — como que em bloco.

Além disso, nesse time, os participantes estão concentrados e comprometidos em serem campeões. Eles sabem que não podem conseguir esse objetivo sozinhos e reconhecem o papel de cada um no processo.

Paralelamente, uma equipe de suporte ajuda-os a desenvolver condicionamento físico, o nível técnico necessário e fornece toda a estrutura para o trabalho. No entanto, mesmo que ela não esteja disponível do modo ideal, a motivação e o entusiasmo em torno de um propósito comum ajudam a compensar eventuais carências.

Independentemente do esporte praticado, a analogia com um time é interessante porque a coletividade e a dedicação dos atletas são evidentes. O objetivo de trabalhar de forma conjunta para conquistar troféus é mais comum e, de certo modo, mais natural do que ocorre em uma empresa.

Contudo, esse mesmo engajamento pode ocorrer em qualquer empreendimento. Basta trabalhar a cultura organizacional e exercer a liderança para criar uma visão estimulante, além de gerar os incentivos certos, tanto em termos de recompensas financeiras quanto relativo ao reconhecimento do esforço e dos resultados dos colaboradores.

Nesse contexto, uma equipe de alta performance entrega melhores resultados em todos os setores, mas nada comparado ao que pode fazer pelo bom desempenho comercial. A melhora dos resultados em vendas é muito fácil de notar nessas equipes alinhadas, pois a sinergia e o comprometimento em torno de resultados são maiores.

Em outras palavras, no lugar de um ou outro vendedor dedicado a vender mais, cada colaborador, independentemente da área que trabalha, atua para conquistar e encantar clientes.

Quais são as características que não podem faltar em uma equipe de alta performance?

Antes de tudo, tenha em mente que a construção de uma equipe de alta performance começa com o líder. Por maior que seja a consciência das pessoas da necessidade de engajamento, comprometimento e sinergia entre os membros da equipe, se esse comportamento não for valorizado pelas lideranças, dificilmente será incorporado de forma definitiva por todos os integrantes do time de colaboradores.

Liderança

O líder de uma equipe de alta performance sabe muito bem como esclarecer de forma objetiva o propósito do negócio. Desse aspecto, considere que algumas das empresas de maior sucesso no mundo, como a Apple, são muito eficientes em esclarecer suas visões e seus objetivos estratégicos.

É inconcebível imaginar um colaborador que iniciasse na empresa de Steve Jobs sem a consciência de se envolver em um negócio com forte vocação inovadora, entrega de produtos de alta eficiência e superioridade em relação à consciência. Ele sabe que precisa dedicar-se a esses aspectos-chave.

Você pode imaginar que essa não é uma realidade presente em pequenas empresas, mas é muito mais difícil disseminar um propósito em uma empresa de porte. Afinal, para criar essa consciência na equipe, você não precisa que todo o mercado conheça o propósito do negócio, apenas os colaboradores.

Diversidade

Pessoas diferentes contribuem muito mais umas com as outras. Afinal, elas têm visões diferentes, ideias exclusivas e soluções únicas. Quando elas aprendem a respeitar essa variedade de posições, mesmo quando são completamente divergentes, elas se tornam mais produtivas, pois não se limitam a confirmar e apoiar o que os outros fazem, mesmo quando não é o melhor a ser feito — como acontece com quem é muito parecido.

Cooperação

No entanto, as diferenças não vão funcionar bem se não houver um espírito cooperativo. Respeitar diferenças não é uma tarefa fácil, mas fundamental e determinante para a performance. 

Do aspecto prático, um vendedor pode preferir, por exemplo, atender clientes de grande porte, enquanto outro se sente melhor com consumidores que compram menos quantidade, mas mais regularmente. Juntos, eles formam um time e tanto, mas separados tendem a deixar um nicho de mercado de lado.

Feedback e comunicação

Nenhuma equipe de performance é capaz de sustentar essas diferenças sem se entender. Por isso, a qualidade da comunicação interna e a habilidade na troca de feedback são aspectos fundamentais e característicos desses times.

Gestão do conhecimento

O aprendizado é outro ponto importante para essas equipes, que sabem compartilhar e armazenar conhecimento útil para que ele esteja acessível a todos.

Monitoramento

Outro ponto fundamental em uma equipe de desempenho é o monitoramento e a análise constante com base em dados e indicadores. Isso também é importante para colaborar com a união da equipe, pois evita discussões em torno de “achismos”, que nunca chegam a lugar nenhum, para focar em fatos concretos.

Como a pequena empresa pode mapear ações?

Uma equipe de performance precisa desenvolver ações de impacto. Afinal, são elas que garantem resultado superior e relevante no mercado. Por isso, além de trabalhar para construir as características que relacionamos anteriormente, é fundamental mapear as ações que podem trazer resultados.

Entenda os problemas

Ações de impacto são executadas com base em oportunidades que, por sua vez, são geradas quando é possível desenvolver uma solução para as dores do consumidor.

Faça uma análise profunda 

Além de olhar para o mercado, o comportamento e as necessidades dos clientes, também é preciso fazer uma análise profunda da situação interna da empresa. Basicamente, você precisa identificar os gargalos e classificá-los de acordo com a prioridade.

Observe diferentes cenários

As possíveis soluções e ações nem sempre ocorrem exatamente como esperamos. Observar diferentes cenários, tanto internos quanto externos, permite simular como cada ação proposta vai responder em diferentes contextos.

Utilize indicadores

Medir resultados e encontrar os gargalos que mencionamos não pode ser uma ação intuitiva, mas, sim, se basear em dados concretos e verificáveis.

Promova melhoria contínua

Com base nesses números e na identificação dos principais problemas, a empresa e a equipe podem desenvolver-se de forma contínua e sistemática. Nenhuma equipe com alto desempenho forma-se de uma hora para a outra.

Capacite os colaboradores

Grande parte desse desenvolvimento depende das pessoas que precisam de ajuda para entender como devem agir em conjunto, de conhecimento e desenvolvimento de capacidades. Por isso, você precisa de um programa de capacitação.

No lugar de um ou outro treinamento isolado, com longos intervalos entre eles, um programa compreende eventos diversos, inclusive as reuniões internas, que formam um sistema estruturado de melhoria.

Desse ponto de vista, não importa se você é uma pequena empresa e tem limites de investimento, pois esse é apenas mais um motivo para planejar bem, de modo a conquistar o status de uma equipe de alta performance de modo gradual, na qual cada ação se complementa e reforça.

Além disso, continue buscando conhecimento, dicas e informação. Para facilitar, acesse e siga nossas páginas no Facebook e no LinkedIn, além de nosso canal no YouTube.

Você também pode gostar

Deixe um comentário