Saiba como implementar a cultura de resultados no seu negócio

cultura de resultados
7 minutos para ler

Elaborar a construção de uma cultura de resultados pode ser uma tarefa complexa para um pequeno e médio empresário. Embora uma equipe menor facilite a incorporação de uma visão formadora de determinada cultura, a estrutura, normalmente familiar, e o ambiente informal adicionam desafios a essa implementação.

Nesses casos, é comum não haver definição das atribuições de cada cargo, metas e indicadores, por exemplo. Ao mesmo tempo, nem sempre é possível elaborar processos e planejar treinamentos, de modo que impactem nos resultados.

De outro lado, poucas ações podem ser tão benéficas como a cultura de resultados para resolver essas questões, além de outras igualmente comuns, como a falta de cultura empreendedora dos colaboradores, motivação, engajamento e comprometimento com os objetivos estratégicos.

Com o foco em resultados, a execução de várias tarefas da gestão empresarial é compartilhada. Em outras palavras, o time trabalha em maior sinergia e consciente de suas atribuições. Continue a leitura e entenda a questão!

O que é cultura de resultados 

Uma cultura de resultados é aquela na qual os colaboradores trabalham focados, comprometidos e engajados em alcançar as metas-chave para os objetivos estratégicos do negócio. 

Para entender mais claramente essa definição, considere que o trabalho de toda equipe é direcionado por vários fatores, como tendências, intuição e dados. Todos eles são importantes, mas os números são a única informação concreta sobre o real estado da empresa e seu desempenho. 

Além disso, uma cultura de resultados não depende apenas da consciência das pessoas com relação ao foco que devem adotar, mas, sim, da prática efetiva dos comportamentos que, de fato, geram os resultados esperados. Como consequência, os objetivos estratégicos ficam mais fáceis de serem realizados quando os objetivos concretizados são valorizados.

Muitas vezes, nem mesmo a necessidade de produzir lucro está evidente para a equipe. Se não fosse o caso, a maioria dos gerentes não precisaria negar descontos tantas vezes quanto solicitado ― o que configura um ótimo exemplo da importância da cultura de resultados.

Note que todos os colaboradores sabem da importância do lucro para uma empresa, mas, se o profissional trabalha orientado para aumentar o volume das vendas e agradar ao cliente, pode deixar o lucro em segundo plano.

Obviamente, todos esses detalhes são importantes, mas, sem uma cultura de resultados, que estabeleça metas concretas, claras e objetivas, não se pode esperar o direcionamento ideal ― principalmente se as comissões e os prêmios estimularem exclusivamente os aspectos quantitativos, como o número de vendas realizadas.

Os maiores desafios da cultura de resultados

Os desafios da cultura de resultados podem ser divididos nos de características estruturais e nos que dependem do desenvolvimento de equipes de alta performance — uma atribuição das atividades de liderança.

A estruturação é um trabalho que envolve adoção de tecnologias capazes de fornecer dados precisos, em tempo real e de fácil consulta, por meio de relatórios e painéis gerenciais. Além disso, é fundamental estruturar uma política de relacionamento e remuneração dos colaboradores, de modo a incentivá-los na realização dos resultados.

Contudo, nada disso adianta se os líderes não forem capazes de disseminar a visão e a cultura de resultados que, basicamente, depende da construção de um ideal em torno de um propósito comum.

A implementação da cultura de resultados

Para enfrentar esses desafios, você precisa de um plano estruturado, que pode ser mais facilmente elaborado seguindo os seguintes passos.

Defina objetivos de forma clara

Esse primeiro tópico pode ser evidente para você. Afinal, não há como estabelecer uma cultura de resultados se os objetivos a serem alcançados não estão evidentes. Ainda assim, precisamos relacionar essa tarefa Inicial com a ressalva de que eles precisam ser realmente desafiadores, ao mesmo tempo, realizáveis e mensuráveis.

São essas características que os tornam mais concretos e, portanto, fáceis de serem assimilados. Sem esse cuidado, a equipe pode sentir-se menos motivada, se os resultados forem muito fáceis ou impossíveis de serem alcançados.

Faça comparação dos resultados

Os resultados precisam ser comparados constantemente com o que foi realizado, com o desempenho da concorrência e no contexto da conjuntura de mercado. Se você trabalha em um setor com alto índice de crescimento, um percentual de 5% pode ser insignificante, o que não seria o caso em outros ramos de atividade, nos quais é mais difícil obter resultados.

Aprenda a delegar tarefas

Um bom programa de gestão de pessoas é determinante no desenvolvimento de qualquer cultura organizacional, e não é diferente no caso da cultura de resultados. A delegação de tarefas tem um papel especial nesse caso, especialmente em se tratando de pequenas empresas, nas quais os fundadores tendem a concentrar e centralizar muitas das tarefas.

Eles esperam que elas sejam executadas com o mesmo padrão elevado que ele realiza, e, na rotina diária, parece mais fácil fazer do que ensinar e cobrar alguém para que se mantenha a qualidade. No entanto, isso elimina a responsabilidade de realização na cultura dos colaboradores que, quando necessário, preferem recorrer aos líderes.

Compartilhe os resultados

O compartilhamento de resultados é fundamental para que eles sejam percebidos e avaliados. Além disso, eles têm grande influência na tarefa de engajar os colaboradores na busca dos objetivos do negócio. Eles também têm papel no reconhecimento das realizações, o que é fundamental para a motivação e o fortalecimento da cultura de resultados.

Monitore a performance

É preciso ter em mente que, quando falamos de formação de uma cultura, as pessoas são componentes fundamentais para superar os desafios.

Além disso, a performance ideal é mais facilmente alcançada por uma equipe com indivíduos de diferentes perfis. Essa característica favorece a criatividade e o desenvolvimento de todos, pois aprendemos muito mais com quem é diferente, desde que exista respeito e empatia.

Por isso, o monitoramento de desempenho deve ocorrer de modo coletivo e individual, para que você possa identificar e trabalhar as deficiências mais comuns entre todos e, ao mesmo tempo, dar atenção às necessidades de ajuda de cada colaborador.

Acompanhe indicadores

As métricas e os indicadores são fundamentais para estabelecer uma visão concreta do desempenho da empresa e evitar “achismos”, que podem levar a empresa a permanecer muito tempo na direção errada, ou menos promissora.

Além disso, a possibilidade de mensurar o desempenho facilita o relacionamento com a equipe. No lugar de criticar as pessoas, os líderes podem transmitir feedbacks baseados em fatos. Nesse caso, as lideranças e os colaboradores têm um inimigo em comum: o baixo desempenho. Se isso ficar claro, torna-se mais fácil estabelecer a sinergia e a colaboração necessárias para resolver os problemas e melhorar continuamente.

Por fim, deve estar claro que a cultura de resultados é construída com a criação de uma visão comum entre líderes e colaboradores unidos em torno de um propósito comum: alcançar os objetivos estratégicos. Portanto, para trabalhar a cultura de resultados, é preciso elaborar e desenvolver um amplo programa de treinamento.

Sendo assim, complemente seu conhecimento, acessando o nosso material sobre como escolher a melhor empresa de treinamentos corporativos.

Você também pode gostar

Deixe um comentário