Aprenda a se destacar da concorrência e como uma escola online para empresas pode ajudar!

18 minutos para ler

Não importa qual o seu segmento, ramo de atividade, produtos ou serviços ofertados, você sempre terá concorrentes oferecendo muitas opções semelhantes. Por isso, conseguir se destacar da concorrência é vital para a sua sobrevivência.

As regras do mercado estão mudando com grande velocidade, deixando-o cada vez mais competitivo. Essas mudanças têm alterado os hábitos de consumo e a decisão de compra dos consumidores, que são cada vez mais disputados.

Nesse sentido, é fundamental investir na fidelização, visando conquistar um exército de porta-vozes, que com seu potencial de engajamento possa disseminar a boa imagem da sua marca, atraindo novos compradores.

Além disso, muitas vezes, o sucesso está presente nos detalhes, e aquilo que passa despercebido é o que faz toda a diferença. Portanto, para se manter na linha de frente é importante planejar uma estratégia criativa, eficiente e eficaz para que o seu negócio ganhe destaque diante dos clientes.

Aprenda, neste post, estratégias práticas que podem ajudar a vencer as corporações rivais. Confira!

Como se destacar da concorrência?

Manter uma PME ativa e sustentável no mercado não é tarefa nada fácil, ainda mais com tantas outras companhias disputando a atenção dos mesmos clientes.

As dificuldades enfrentadas para se destacar da concorrência, entretanto, não são intransponíveis. Para driblar essa questão, antes de tudo é necessário analisar de forma minuciosa alguns fatores estratégicos do marketing, como:

  • preço;
  • publicidade e propaganda;
  • custo de frete;
  • atendimento;
  • pós-venda;
  • políticas de respeito ao consumidor;
  • promoções e brindes;
  • redes sociais etc.

Ainda dentro desses conceitos, é fundamental trabalhar pontos-chave que podem definir a posição que a sua empresa vai ocupar no mercado — por mais saturado que ele pareça.

Nesse contexto, a inovação e a personalização vêm ganhando a preferência dos consumidores, e devem ser o novo foco para uma estratégia bem-sucedida, em substituição a preço, por exemplo.

É óbvio que ele ainda é muito importante, mas não é mais tão determinante quanto era no passado. Por isso, aquele que decidir seguir com ideias tradicionais ou engessadas será aniquilado pelo concorrente, uma espécie de seleção natural do meio empresarial. Portanto:

  • não foque apenas o preço;
  • foque um nicho específico;
  • dê personalidade à sua marca;
  • crie uma cultura centrada no cliente para oferecer experiência e interatividade;
  • estabeleça relacionamento com o cliente e crie fidelidade;
  • ofereça um serviço 360º;
  • identifique e corrija rapidamente os gargalos;
  • busque identificar um vazio existente no seu mercado e preencha-o.

Estar atento a essas atividades e implementá-las no seu negócio ajudará a manter o diferencial competitivo.

Como identificar seus concorrentes?

Independentemente da sua área de atuação, o seu empreendimento terá competidores diretos, ou seja, que oferecem produtos e/ou serviços similares ou alternativos aos seus clientes. Além disso, quer você admita ou não, eles estão trabalhando para conquistar os seus clientes.

Dessa forma, saber como identificar seus concorrentes de forma correta e manter os olhos neles é uma importante estratégia para o crescimento da sua organização.

Mesmo parecendo injusto, além de tudo o que você já precisa realizar para sustentar o seu negócio, é necessário dedicar tempo e energia para estudar e analisar seus competidores.

Esse monitoramento é uma prática comum no mercado e, quando feito de forma contínua, proporciona diversas vantagens, como:

  • entender o cenário do mercado;
  • conhecer o comportamento de outras empresas e, portanto, antecipar o que provavelmente desenvolverão;
  • descobrir como você está posicionado em relação aos seus concorrentes;
  • encontrar pontos de melhorias, desafios, oportunidades etc.

Ao observar como os outros empreendimentos estão se planejando e atuando, você poderá avaliar quais ações e estratégias estão dando certo e entender quais podem fazer mais sentido para o seu próprio negócio.

Como fazer pesquisa de concorrência?

Existem diferentes formas e métodos para analisar os rivais, que podem variar de acordo com as particularidades do seu setor ou da sua atividade. Alguns fatores, no entanto, são essenciais.

A pesquisa de concorrência é, basicamente, um levantamento de informações sobre as organizações que competem direta e indiretamente com o seu empreendimento. Nele, devem ser destacados pontos como:

  • produtos oferecidos;
  • preços e prazos para pagamento;
  • práticas de atendimento etc.

O seu principal objetivo é comparar esses pontos com a realidade do seu negócio. Assim, é possível entender quais são os pontos fortes e fracos da sua empresa em relação às outras do mesmo segmento, favorecendo um planejamento estratégico com foco na redução das fraquezas e consolidar as forças.

Além disso, é fundamental realizar outras ações pelas quais pode-se obter mais informações sobre os competidores, como:

  • entender a presença digital de outras instituições em sites e redes sociais;
  • descobrir quais palavras-chave estão utilizando para ranquear o seu posicionamento em sites de busca (estratégia de SEO) e o volume de buscas de cada uma delas;
  • pesquisar o que as pessoas estão falando sobre os concorrentes em comentários e avaliações feitas em sites de vendas, Reclame Aqui, mídias sociais, fóruns e outros;
  • acompanhar as notícias sobre a concorrência, identificar se ela tem uma estratégia voltada para assessoria de imprensa, porta-vozes e releases oficiais, além de obter informações sobre o dia a dia;
  • verificar quais são as estratégias de publicidade utilizadas pelos concorrentes, em quais veículos anunciam, se investem em mídia online paga, qual o foco das campanhas, quais os formatos etc.

Como analisar a concorrência?

Analisar aqueles que disputam com você o mesmo nicho permite acompanhar o que eles estão fazendo, saber como o mercado está reagindo, realizar adaptações às possíveis mudanças, bem como perceber tendências e se planejar para estar sempre um passo à frente de todos.

Para uma boa análise da concorrência — que será a base para a sua tomada de decisão —, é necessário determinar qual método será utilizado para que a avaliação das companhias seja uniforme.

O mais importante, no entanto, é manter a imparcialidade nesse processo para que as informações obtidas sejam o mais reais possível. Os dois métodos mais comuns no âmbito empresarial para realizar esse tipo de análise são cliente oculto e benchmarking.

O cliente oculto é uma metodologia que avalia os pontos de contato entre o comprador e a corporação. Seu processo ocorre de forma anônima, no qual você ou um profissional designado se passa por um cliente normal.

Nessa avaliação podem ser realizadas visitas ao estabelecimento, contato telefônico, online, por canais de venda e diversos outros. A grande vantagem é a percepção a partir da experiência de um consumidor real sem que os resultados obtidos sejam influenciados, uma vez que a organização não saberá dos seus reais objetivos.

Já o benchmarking é um processo de monitoramento do mercado que permite a comparação de produtos, serviços, práticas empresariais ou metodologias utilizadas pelos rivais.

Essa investigação serve para analisar se seus processos estão competitivos e eficazes em relação aos dos concorrentes. Significa aprender com outras companhias as melhores práticas e adequá-las às peculiaridades do seu empreendimento.

Como lidar com a concorrência?

Não encare os concorrentes como um exército inimigo, é melhor analisá-los sob um ponto de vista mais racional e astucioso. Afinal, os competidores nada mais são que diferentes forças empreendedoras em um mesmo segmento.

A concorrência faz parte do jogo e é saudável para o mercado e para os consumidores, que passam a ter mais opções de compra, podendo valorizar uma ou outra característica entre as marcas, de acordo com suas preferências.

Algumas ações simples ajudam a lidar com as corporações rivais da melhor maneira possível.

Esqueça a crise — o país sempre viveu uma economia fragilizada por má gestão pública, que em alguns momentos fica ainda mais complicada. Contudo, aproveite esse momento para criar, se reinventar e obter melhores resultados.

Estude o seu nicho para saber quais os diferenciais que você pode oferecer nele e se posicionar melhor.

Oferte exclusividade oferecendo ao seu público produtos exclusivos e personalizados. Assim, o seu negócio será reconhecido por esse diferencial.

Incentive o feedback aprendendo a ouvir a opinião do seu consumidor, sem medo do que ele tem a falar. Isso gera mais interação e promove mais insights.

Use a flexibilidade — o cliente de hoje não gosta de processos engessados, ele gosta de fazer da sua forma e conforme seu gosto. Então, dê opções para que ele opte pelo melhor formato.

Faça parcerias — não é porque uma corporação atua no mesmo nicho que atende o mesmo público-alvo ou tem a mesma dinâmica de trabalho. Além disso, o que algumas pessoas julgam incrível, outras já não gostam muito. Aproveite e crie parcerias para que juntos possam se desenvolver e crescer mais.

Entre no jogo, não trave guerras — muito diferente da guerra, em que o objetivo é eliminar o adversário, o mercado precisa de diversidade para se fortalecer.

Seja ético — compreenda que a concorrência é formada por outros empreendedores iguais a você, que da mesma forma também estão buscando um lugar ao sol.

Aprenda com exemplos ao seu redor — observe os cases de sucesso e tente incorporar essas estratégias. O mesmo vale para os erros cometidos, para evitar a repetição deles.

Como analisar os clientes?

Entender como o cliente se comporta e age frente a diferentes estímulos é fundamental para construir um elo real, saudável e de longo prazo. Esse aprofundamento é um dos melhores investimentos que uma companhia pode fazer.

Também é preciso entender melhor como as pessoas reconhecem a sua empresa e aquelas de mesma abordagem para saber o que elas enxergam como sendo o seu diferencial e do que ainda sentem falta — e que talvez encontrem em outro lugar.

A seguir, listamos cinco passos para construir uma análise objetiva e focada em resultados efetivos que podem ajudar o seu negócio a se destacar da concorrência:

1. Colete dados sobre as interações com o cliente

As melhores informações sobre o consumidor são produzidas por interações com os produtos e com a estratégia de marketing e vendas da organização. No ambiente digital é possível analisar cada clique com ferramentas de web analytics.

Outra ferramenta poderosa para esse tipo de análise são os programas de fidelidade — uma opção cada vez mais popular —, pelos quais os consumidores se cadastram voluntariamente para obter benefícios e registram cada compra realizada, permitindo que a empresa segmente melhor o seu público-alvo.

A partir dessa simples interação é possível conhecer melhor as preferências do cliente e utilizar compras anteriores para criar ofertas específicas, direcionadas e precisas, visando aumentar as vendas.

2. Combine e cruze dados de fontes distintas

É recomendável coletar dados de diferentes fontes para conseguir visualizar o comportamento do consumidor sob mais de uma perspectiva.

Utilize, por exemplo, históricos e pesquisas públicas para traçar um perfil mais detalhado. Ao combinar e cruzar esses dados, o objetivo é ter uma visão sistêmica do cliente e realizar uma análise mais aprofundada do seu comportamento.

Mesmo que a companhia não domine data science, utilizando as técnicas certas conseguirá extrair as informações mais importantes e obter resultados e insights ainda mais decisivos.

3. Trace um perfil personalizado de acordo com o histórico

Essa é uma técnica que utiliza os dados para melhor compreensão dos clientes, permitindo formatar perfis personalizados com base nos seus históricos de compras e pesquisas para recomendar novos produtos ou serviços — o tradicional cross-selling.

Além de possibilitar a análise do perfil de comportamento do usuário e compará-lo com outros compradores, a organização consegue entender quais serão suas prováveis próximas compras e personalizar essa experiência de forma individual.

4. Adote machine learning para realizar análises preditivas

Machine learning é uma tecnologia que, entre outras aplicações, utiliza a inteligência artificial para detectar padrões complexos e, a partir deles, realizar análises preditivas com grande probabilidade de acerto.

Quando o software é alimentado com as informações corretas, consegue antecipar comportamentos futuros do cliente com maior precisão. Essa tecnologia pode ser utilizada com eficiência na operação diária em diversas áreas, como varejo, mobilidade, medicina, entretenimento etc.

5. Crie uma experiência encantadora

A transformação digital e as significativas mudanças no comportamento dos consumidores trazidas por ela praticamente obrigam as companhias a colocarem o cliente como peça central em suas estratégias e decisões.

O novo consumidor tem altas expectativas, exige atendimento personalizado, envolvimento constante nas redes sociais e conveniência extrema.

Portanto, busque criar uma experiência encantadora e de altíssimo nível, atendendo as suas necessidades e, sempre que possível, superando as suas expectativas.

Como fidelizar os clientes?

Stefan Persson, fundador da H&M, disse certa vez que “lealdade não é conquistada por quem chegou primeiro, mas pelo melhor”. E, para ser o melhor na percepção do cliente, é preciso realizar algumas ações fundamentais.

Conheça bem o cliente

Entender os hábitos, medos, expectativas e o que ele valoriza é fundamental para que a organização cumpra com a promessa de atender as suas necessidades. Qualquer coisa diferente disso caracterizará uma experiência ruim.

Também é importante descobrir alguns dados demográficos, como de onde estão comprando, em que horário, quanto estão gastando em média e com qual frequência.

Com essas informações é possível criar ofertas personalizadas para cada perfil, além de promover melhorias na gestão de vendas — por exemplo, conseguir um frete mais acessível para as localidades com mais consumidores ativos.

Tenha a melhor entrega

Não adianta nada atrair, encantar e vender se a sua entrega não é algo que atende ou supera as expectativas do cliente. Muitas das reclamações e motivos de insatisfação são justamente sobre a entrega fora do prazo ou até mesmo a não entrega de um produto ou serviço.

Muitas vezes, isso ocorre em razão do desalinhamento entre expectativa e entrega. Uma solução é fazer conexões durante todo o ciclo de vendas sobre a perspectiva do consumidor e o produto final.

Sempre que possível, surpreendê-lo com alguma coisa transformará a experiência em algo especial e fará o seu empreendimento se destacar da concorrência.

Avalie a satisfação do cliente

Acompanhar e saber o que o seu cliente pensa é primordial para proporcionar a melhor experiência. Em vista disso, usufrua de todas as oportunidades, tanto para ouvi-lo quanto para conhecê-lo mais e melhor.

Além disso, avalie quais etapas da venda convertem mais, qual funcionalidade deixa as pessoas mais satisfeitas, qual colaborador promove o melhor atendimento. Quando houver problemas, tente solucioná-los com as seguintes ações:

  • mapeie as falhas rapidamente;
  • forneça um número de protocolo;
  • mantenha uma comunicação clara e eficiente para evitar que o problema se alastre;
  • seja transparente e humilde, pois a arrogância só atrapalha;
  • apure as responsabilidades e implemente treinamentos e melhorias de processos.

Faça uma boa comunicação

Uma boa comunicação é a base para uma ótima negociação. Sendo assim, realize comunicação segmentada, clara e objetiva sobre como o seu produto ou serviço pode resolver o problema específico do seu cliente.

Ofereça materiais gratuitos com conteúdos de valor que possam ajudá-lo de verdade, como e-books, tutoriais, videoaulas etc. Isso o fará confiar em você, criará afinidade e, consequentemente, fidelização.

Quais são as dicas para se destacar da concorrência?

Destacamos aqui algumas dicas essenciais que ajudarão a sua empresa a se destacar diante dos competidores. Veja quais são:

Treinar a equipe

Muitos empreendedores podem achar que treinar funcionários é muito caro. Mas, quando bem realizado, o retorno é positivo e lucrativo. Por isso, se o seu empreendimento está crescendo, invista em treinamentos e capacitação.

Investir em um programa para treinar uma equipe de vendas, por exemplo, cria uma percepção positiva do seu negócio e gera encantamento da marca — afinal, profissionais bem preparados são sinônimo de cliente satisfeito, pois gente capacitada gera mais resultados.

Focar a qualidade do produto/serviço

Outro fator importante para estar na linha de frente é sempre agregar valor ao seu produto, na diferenciação ou personalização, e até mesmo realizando a entrega em tempo mais ágil. Mais do que vender preço, a regra é entregar valor para as pessoas.

Esse fator também está diretamente relacionado com a satisfação do cliente, ou seja, a qualidade refere-se a tudo que atende, com rigor, a determinadas especificações e às necessidades implícitas e explícitas do consumidor.

Utilizar estratégias de marketing

As organizações precisam saber vender o produto ou serviço e ser persuasivas o suficiente para convencer alguém desse valor. Muitas acabam deixando o mercado por não conseguirem atingir as pessoas certas.

A principal função do marketing é divulgar a sua marca e fazer com que o seu negócio seja reconhecido pelo seu público-alvo e pelo mercado. As estratégias de marketing consistem no planejamento de todas as ações que serão utilizadas para divulgar sua marca, produto e/ou serviço.

Além de tudo, também se deve acompanhar os resultados dessas ações para entender o que precisa ser mantido e o que precisa ser melhorado para alcançar os objetivos traçados.

Fazer promoções

Busque fazer promoções no timing certo em datas especiais, como Black Friday, ou comemorativas, como Natal e réveillon, ou quando faltar algum produto no concorrente.

Contudo, antes de organizar essas ações, analise os objetivos, os giros que pretende alcançar — no estoque e no financeiro —, bem como a divulgação do período promocional. Se couber no orçamento do seu negócio, invista também em brindes, kits e fretes grátis.

Monitorar os resultados

Toda e qualquer estratégia deve ser monitorada. Para tanto, é importante contar com um bom CRM (Customer Relationship Management) e um time focado em resultados.

O monitoramento permite a otimização contínua de suas ações e, a partir dos resultados obtidos, é possível reunir cada vez mais dados relevantes sobre o seu público-alvo, suas necessidades e preferências de abordagem.

Nesse processo, quanto mais você monitora, mais conhece seus potenciais compradores e maior é a sua capacidade de elaborar estratégias para fidelizar clientes, aumentar sua vantagem competitiva e se destacar da concorrência.

Qual a importância de buscar uma escola online para empresas e ajudar no crescimento empresarial?

O crescimento empresarial é a busca diária de todas as companhias, independentemente do seu porte ou ramo de atuação. Porém, em um mercado altamente competitivo e dinâmico, aquelas que não evoluem e crescem tendem a ser derrotadas e eliminadas pelas que estão se destacando.

Isso significa que a sua organização precisa realizar um excelente trabalho para elevar o diferencial competitivo e encontrar oportunidades para se destacar da concorrência e crescer.

Para tanto, é necessário ter disposição para investir e proporcionar esse crescimento. É claro que esse deve ser um investimento estudado e planejado para não colocar o negócio em risco.

Por isso, vale contar com uma escola online especializada em técnicas de crescimento empresarial para que a sua equipe aprenda com especialistas boas práticas de gestão e o seu empreendimento obtenha resultados de alta performance.

Esse é um investimento altamente relevante, já que, de acordo com a pesquisa realizada pela empresa Delloite, as PMEs que mais crescem são as que priorizam o foco no cliente, a inovação e o treinamento.

Para concluir, vale ressaltar que, em outro momento, a competição das instituições era apenas física e localizada, mas hoje ela é global, pois a internet permite que as pessoas escolham empresas de qualquer lugar do mundo, realizando suas compras online.

Assim, a concorrência pode ser a bússola para orientar e impulsionar a otimização do seu negócio, buscando novos mercados e infinitas possibilidades para encantar o consumidor.

Agora, que você já tem todas essas informações de como se destacar da concorrência, que tal começar hoje mesmo? Entre em contato conosco, que teremos prazer em poder ajudá-lo!

Você também pode gostar

Deixe um comentário